O Tempo em que a vida (quase) parou

A vida quase parou. E heis que sem saber é possível olhar para o espelho em detalhe. Ver aquela expressão que todos dizem ser tão característica e que nunca reconhecemos. E por dentro dos olhos pisca o azul, o verde, o castanho ou o mel, cores aveludadas de um mundo redondo. Temos Tempo para levantar calmamente, tomar o pequeno almoço sem pressas, e ver a Vida desfilar caprichosamente à nossa frente. O Mundo nunca este tão seguro e tão feliz. Conseguimos ter Tempo para fazer aquelas coisas em casa que antes nos faziam queixar da falta do mesmo. Mas com o passar dos dias tudo passa a ser insuficiente e a Vida parece cair num abismo profundo de desocupação. As pessoas já não sabem o que fazer das mãos, e as redes socias parecem ser insuficientes para suprir toda a carência. O Tempo quase que sobra porque a Vida parece ter abrandado e já não somos capazes de diminuir o ritmo. Lá fora o vento sopra da mesma maneira. As árvores crescem com a mesma velocidade e a Terra roda com a mesma velocidade. Há Leões a caçar, gazelas a pastar e a serem comidas. Os pássaros voam e acasalam. A Natureza continua o seu rumo de Vida abraçada ao Tempo, sem se preocupar com as coisas dos Humanos. Tal qual nós sempre vivemos sem nos preocuparmos com a Natureza. Pois é, neste tempo em que a Vida quase parou para os Humanos, a Natureza Vive com a mesma força de antes. E quando o Tempo acelerar de novo para Nós, a Natureza viverá com a mesma velocidade de Hoje. A Natureza é constante, sábia e eficaz nos seus objetivos. Na forma e no conteúdo. E despreza o egocentrismo dos que se acham mais do que a gota do oceano incapaz de levantar onda. Ganhamos pressas de chegar a lado nenhum e sem sentido. Pois bem, esta é a oportunidade de nos reconectarmos com um interior que, de tão acelerado, parece quase não existir mais. Este é um Tempo em que a Vida quase parou, mas pode ser a pausa necessária para um novo começo. E eu estou ansioso por esse novo começo. Já sinto em mim novas energias…

Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s