A minha família

WP_20170910_14_35_11_Rich

Posso não referir muito a família, parecer distante e até um pouco desligado, mas quem me conhece sabe o quanto valorizo as duas famílias: a de sangue e a de coração. Não há nada que se sobreponha, que valorize mais ou traga com maior profundidade em mim. Gosto do convívio, de pegar e afagar nos momentos difíceis e gargalhar na alegria de grupo. A família é o conforto de quem nos conhece e sempre conhecerá. É a verdade dos que nos acompanham para sempre, mais de perto ou longe, mas estão sempre por ali. É a mãe que liga, protege e conhece; o irmão que acolhe… E há quem se extravie do caminho dos afectos e se afaste do núcleo familiar sem perceber que algo se perde e que nunca se recupera. Sou muito ligado aos meus, herdei deles a responsabilidade de ter uma voz, uma preocupação social e uma oportunidade de sair do ciclo banal do dia-a-dia. O agradecimento sincero é feito por gestos e ações. Nunca falamos amo-te ou obrigado. Sabemos demonstrar cada um desses sentimentos num olhar cúmplice e na união de um comentário ou crítica, sem maldade, que leva sempre a um bom porto. Tanto assim é que nos momentos em que me sinto mais desgastado vou até a casa da minha mãe onde a pilha se carrega em poucas horas. Ali reina a simplicidade, o calão, a humildade de pessoas que vivem o dia-a-dia sem pensar e sem complicar. Sou por isso ligado à família de um modo intrínseco e definitivo. Penso neles todos os dias e contactamos, de algum modo, com uma frequencia diária. Sei que torcem por mim. Sei que posso contar com o seu apoio quando um dia, num rasgo de cansaço, ou numa derrota, precisar de um afago. Ir a casa é um recomeço, uma alegria quase certa. Ontem andei por lá, distribuí prendas e sorrisos. A minha família é uma caderneta, mas eu trago-a comigo sempre, como se fosse o livro mais importante da minha Vida. Coleciono sucessos e insucessos sem esquecer onde está o meu coração…

Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Uma resposta a A minha família

  1. Antero Almeida diz:

    Totalmente de acordo! Família sempre em 1.º lugar. O nosso refúgio…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s