Arquivos Mensais: Dezembro 2017

2018 chega e estou só começando…

E no fim de tarde de um dia 31, levantei da cama com a pressa de quem precisa abanar o dia, sem pensar em mais nada, senão no ano que passou. Vejamos: vivi fora de Portugal três meses e novas … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Os meus sonhos são tão intensos que chego a vivê-los antes de acontecidos

Dizem que o Natal é sempre que o Homem quiser. O dia 25 de Dezembro, esse selecionado para festejar, poderia ser outro, o mesmo, ou nem sequer existir. Trata-se de um dia como outro qualquer e com tradições que remetem … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Chegar ao topo

Desço as escadas e, de ar jovial e contente, vou de encontro a algo ou alguém. É o Natal que chega, com toda a força. E me aguarda a chegada de um novo ano. Chovem os telefonemas a questionar planos, … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Passo no escuro

Quando se aprende depressa, normalmente isso significa que apenas se decorou. Não houve pensamento, discussão ou uma linha que levasse a interpretar o que realmente significa o que se deveria aprender. Sou por isso lento em adquirir conhecimento. E ironia, … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Assunto encerrado

Existem assuntos sobre os quais não queria escrever. Seja a tragédia dos incêndios, seja o caso das “raríssimas”. Não tenho qualquer vontade sequer de pensar nesses casos. A tragédia continua a comover-me mais que a alegria. Não sei se é … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Carta ao Pai Natal 2017

Não houve equívoco no meio das circunstâncias deste ano que passou. O balanço será feito mais tarde, mas face à tradição que quero manter, preciso pedir algo para o dia de Natal. Este será, provavelmente, o último ano que vou … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Dias de tempestade, dias de conforto

Com este mau tempo terrível só apetece estar deitado, olhar pela janela toda a escuridão lá fora, e manter o corpo e a alma quentes. Há assim um transtorno, um extravio do que normalmente parece ser aproveitar o dia. Mas … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário