Fui bem… porque fiz o bem

WP_20170914_11_03_04_Pro

Como em quase todas as viagens, nem todo o tempo é passeio. Por isso, para encerrar estes primeiros escritos voltados para um recomeço, recordo a minha palestra num dos congressos mais importantes da minha área. Acabei de a preparar no dia anterior. Ensaiei no próprio dia. Fui transferido de uma sala menor para a sala principal do congresso onde caberiam certamente mais de 1000 pessoas. Claro que não estava esgotada, mas não deixou de ser uma sala enorme, fria e auspiciosa. Senti-me prestigiado por estar na assistência gente tão ilustre. Penso que venci e convenci, apesar de até ter começado 10 minutos mais cedo do que o previsto. Não sendo a minha melhor prestação, foi uma palestra digna que muito me orgulhou. Quem é Rei, nunca perde a coroa. E é assim que me sinto em todas as apresentações. Esse é o segredo do sucesso numa apresentação: não devemos jamais esquecer que ninguém sabe mais daquele assunto que nós. No meu pequeno Mundo, inofensivo e até irrelevante para a maioria, eu sou Rei. E nunca perco a minha coroa… É por isso que ás vezes olho para trás, revejo a minha vida pessoal, e não me compreendo. Houve momentos em que a coroa deslizou, perdi a compostura e deixei-me dominar. Mas um verdadeiro Rei sempre se levanta, é o ultimo a abandonar o reino, e morre sempre pela Honra e pela pátria. Chegará o meu dia, mas até lá deixo obra feita. Ainda vou andar muito pelo Mundo em festa, trabalho… e em busca de pão. E vida longa a quem não me deseja sucesso. Assim terá tempo suficiente para me ver Reinar sobre o que vivi e ver a minha obra, enquanto definham. Envelhecer é uma chatice, mas o Tempo, esse Deus sem adoradores, é amigo de quem abraça a Vida, sem medo. Sempre fui muito mais a formiga cheia de coragem e dedicação, que a cigarra que canta e espera que alguém ou algo se resolva por si. Em Israel reinei sobre uma sala imensa. Reinei com os melhores especialistas do mundo, e não precisei fingir, engraxar, aproximar, rir.. Fui eu. E quando dei por mim, fui bem. Porque quis bem. Fui bem porque fiz o bem.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Uma resposta a Fui bem… porque fiz o bem

  1. Antero Almeida diz:

    Na tua área és Rei e Senhor!
    Gostava de, um dia, assistir a uma apresentação ou palestra…. Muito bem!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s