Ensaio sobre um linfoma

Sofro, muitas vezes calado, por ter uma análise crua da realidade e ver a Verdade tal como ela é. Não gosto de mascarar nada. Sou de uma análise simplista que chega a doer-me, principalmente quando sozinho escrevo mais um ensaio. E ando muito sensível, estupidamente sensível, mas depois de escrever este ensaio, creio que algo em mim vai mudar. O espectáculo tem de continuar… E hoje é sobre uma troca de e-mails que tive ontem. Nos dias que correm, ter um linfoma deixou de ser uma sentença de morte. A ciência evoluiu e as probabilidades de um doente não resistir, são mínimas. Mas existem! É por isso importante que as pessoas se mantenham positivas, felizes e calmas. Há um desgaste físico e psicológico à notícia, aos tratamentos e tudo à volta. E medo. Há sempre algum medo para quem é diagnosticado, mas também para as pessoas à volta. Esquecemos tão rapidamente que para morrer basta estar vivo. E não é preciso vir uma doença levar-nos. Basta um segundo, um único momento. Torna-se por isso urgente viver cada dia como se fosse o ultimo: com amor e delicadeza. Abraçar o futuro com esperança e trabalhar no sentido de uma felicidade utópica. Os românticos e sonhadores sofrem mais, mas sentem com mais intensidade… No entanto ninguém vence um linfoma sozinho. É impossível. Depois de uma sessão de quimioterapia o desgaste físico é imenso e há um certo desânimo psicológico. Não acredito em Deus, infelizmente. Não sou uma pessoa de fé, mas vejo a doença como um momento de superação e elevação. O corpo aguenta o que não é suposto, a mente fortalece-se e a alma renasce com cada pequena vitória. Tudo parece mais relativo e a Vida ganha outras prioridades. A saúde deveria ser sempre a nossa maior preocupação, mas com a azáfama dos dias, acabamos por esquecer esse pormenor. Mas eu, perante as más notícias, continuo com a mesma análise crua que tantos dissabores e noites sem dormir me traz. Se é verdade que coisas ruins acontecem a pessoas boas, não deixa de ser menos verdade que só pessoas Grandes conseguem manter-se optimistas e fortes perante os grandes infortúnios da Vida. Volto à ideia inicial: hoje ter um linfoma não é, nem de perto nem de longe, uma sentença de morte. É uma chamada de atenção para o futuro, para os planos que se fizeram e não se concretizaram, para a Vida que é curta, para o Tempo que escasseia, e para alguma dose de partilha. Nesses momentos de superação é necesssária toda a energia, sem distracções. Todo o apoio das pessoas que são importantes, e todo o amor possível… Ultrapassar um linfoma é algo que ninguém deveria ter de fazer, mas a Vida tem destas surpresas. Importa que as pessoas se mantenham atentas e fortes. Que façam questão de ter do seu lado quem acham mais importante para a cabeça e para o corpo. E tudo vai correr bem. Diz o meu lado mais racional: qual é a opção? Não há. Então está decidido: vai tudo correr pelo melhor. Vencer um linfoma é algo que ninguém se imagina fazer, mas sendo necessário, é obrigatório. O futuro tem de se manter no horizonte, olhos postos nas metas mais ambicionadas, e no amor mais puro. E é no Amor que tantas vezes se encontra a cura e a força para enfrentar o dia. É no Amor que se encontra conforto e a doçura, a Vida inteira num único olhar. E quem ama tem um escape… E ontem mesmo, chorão e sensibilizado, fiquei com a sensação de que linfomas são um percalço para quem segue a pé a construção dos seus sonhos. Posso estar ou parecer distante, mas em mim há Amor suficiente para permanecer positivo de que um dia ninguém terá de passar por isso… E ontem, depois de uma troca de emails com alguém a quem estou muito grato por me apoiar profissionalmente, fiquei com a sensação de que por vezes perdemos tempo demais com coisas pequenas, mesquinhas e sem interesse. No fim pensei: vou mudar algo, com urgência! O importante é espalhar Amor. Estou um pouco chocado e chateado por saber que pessoas boas têm de ultrapassar um linfoma, viver num desgaste psicológico e físico, mas tou confiante de que tudo vai correr bem. Qual é a alternativa? Não existe… e essa minha análise crua, é a Verdade tal como ela é!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s