Ensaio sobre uma migalha

Não tenho escrito por falta de tempo e capacidade. Ando a exagerar no tempo que dedico ao trabalho, de tal maneira que nem consigo ter tempo para mim e para as coisas que gosto. Nos últimos dias mudaram algumas coisas. Coisas boas aconteceram. De entre todas preciso salientar o nascimento de um sobrinho emprestado. Nasceu enorme e sem pressa. Como convém. Forte e saúdavel. Como se deseja. Nasceu com o sossego e a calma, a alegria e a mansidão de um passado que já está de olhos postos no futuro. Não tenho nenhuma esperança que seja isto ou aquilo, a seu tempo criará os seus próprios objectivos e terá a sua própria esperança. Caminhará por seu pé e cairá por sua própria conta e risco. Nascer deveria ser como nos rios, ir. Só ir de encontro ao que nos espera. Fluir sem saber o lugar ou o sítio. Uma viagem. Uma aventura. Mas de tudo o que mais anseio para este novo membro, é que cresça sendo um exemplo para os de menor de idade e um espanto para os mais velhos. Menos isso será uma pena… Talvez seja a única esperança que tenha para ele e que se propoga a todos os nascimentos. Vai sendo tempo de incutir ética e valores como legado. Mais que dinheiro, mais que bens e prendas, é necessário educar. É uma pena que nos dias que correm a educação seja relegada para segundo plano. Andamos todos ocupados demais. Andamos todos com pressa de chegar a um sítio que nem sabemos onde é… Competimos uns com os outros por sucesso e fama. É uma tristeza… Quanto mais o fazemos, menos o conseguimos. Gastamos energia a mais com coisas menores. Há muito que tenho em mim que as pessoas são mais importantes. Não abdico de uma hora numa esplanada com um amigo por dinheiro. É bom viver luxuosamente, sem luxos. E esse é um grande legado. Assim, tenho permanecido em silêncio, a trabalhar muito mais calmamente agora, a valorizar a minha vida. Preciso de férias. Ainda não consegui decidir quando, nem onde. E até sinto que posso não ir tão cedo, mas sei que preciso respirar um pouco.. Hoje à noite vou ver um concerto de Maria Bethania: Abraçar e Agradecer. E é isso mesmo que preciso, de abraçar e agradecer. Mesmo cansado não deixo de continuar para abraçar esta profissão que gosto, esta vida para a qual tanto trabalhei, esta paz que chegou na hora certa. Agradeço tudo o que consegui, este novo sobrinho saudável e sereno. Veio no momento certo para relembrar que a vida segue o seu curso e ao invés de andar a lamentar demais, é preciso abraçar o que nos traz, e agradecer. O mundo é péssimo, mas não devemos esquecer que poderia ser muito pior. Há pessoas que vivem pior, que se resignam e vivem focadas na maldade interior de procurar, pelas piores vias, uma satisfação que não existe… Há muito deixei de me preocupar com objectivos de dinheiro e glória. É tão melhor acordar satisfeito. Abraçar o dia e agradecer a sorte de se ter nascido neste País belo, de crescer cheio de vontade de fazer algo com o tempo que cá ficar e de conseguir ultrapassar as dificuldades. Hoje estou muito desinspirado. Tem sido regra, mas prometi a mim mesmo que nos próximos dias vai passar. É preciso aguardar que dentro de mim passe este cansaço que não é bem físico. É mesmo um cansaço de pessoas. Só queria poder recuar no tempo e resguardar-me um pouco mais. Quanto mais exposto à maldade alheia, pior me sinto. Hoje é dia de abraçar e agradecer. Abraça-se Maria Bethania e agradece-se o nascimento de mais uma migalha neste imenso mundo que poderia ser um pão, alimento da alma e da vontade. Hoje é dia de relaxar e aproveitar. É dia de um pouco de praia e um concerto que se quer deslumbrante. Afinal, nem todos os anos se comemoram 50 anos de carreira.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s