Ensaio sobre futuros mestres

Tenho dito muitas vezes que vivo numa realidade paralela. Acredito, sinceramente, que esse meu estado absorto é sinónimo de algum bom-senso que ainda habita este meu corpo cansado! Nestes últimos dias estive “apenas” 4 horas por dia a discutir trabalhos e a ver apresentações de alunos licenciados, em plena fase final de mestrado. É desesperante a percentagem altíssima de miúdos que não faz a mais pequena ideia do que é, ou como se faz, ciência. Eu pergunto-me: serão mestres de quê? De nada. Terão um título que não merecem e a maioria vai usá-lo com um orgulho e até como pretexto para comportamentos menos humildes. O que se torna preocupante é a impreparação, a incapacidade e a juventude destes futuros mestres. Não conseguem ter raciocínios coerentes, não dominam qualquer assunto. A maioria é formatada apenas para “parecer” dominar. Dizem frases sem nexo. Defendem coisas absurdas e até perigosas. Foram 2 dias intensos cheios de risadas que ás vezes se tornavam em coisas sérias quando a teimosia dos futuros mestres ultrapassava o limite do aceitável. O mais comum é não fazerem a mais pequena ideia do que dizem. E não ouvem. Qual animal teimoso, o burro, estes futuros mestres, na sua maioria, não prestam atenção a nada do que lhes dizemos. Rebatem só para não ficarem calados porque um mestre sabe tudo. E alguém lhes ensinou que nunca se fica sem argumento. É assim como alguém lhes ter dito que numa apresentação o que mais interessa são as cores, o figurino e até a extrapolação. Pois eu vivo numa realidade paralela à moda do preto e branco. Não suporto animações exageradas, sons, cores muito vivas ou contrastes fortes. Uma apresentaçao deve ser sólida e focada no que se quer dizer, não na pseudo-estética que nunca agradará a todos. É que se por azar estiver na assistência quem queira ver resultados, explorar conhecimento e matar a curiosidade no tema, vai certamente estar com mais atenção ao que é dito e ao que se conclui do que a toda a parte gráfica… E o problema começa aqui. Até nestas coisas simples se quer viver de aparência. O que importa é estar tudo bonitinho e certinho. É o rótulo e o que salta à vista. O conteúdo é secundário. E ai de alguém que queira mudar isso. Estes futuros mestres saem formatados para puxarem dos galões: isto foi o que nos ensinaram, isto foi o que nos disseram… Tudo muito fraco para ser mestre em qualquer coisa. Se vamos fazer e pensar apenas no que nos dizem e ensinam, então não andamos cá a fazer nada. Penduramos as botas, plagiamos textos, ideias, discursos e até trabalhos… É nessa altura que a minha tampa salta com uma velocidade assustadora. O meu sangue ferve e tudo em mim se transforma. A minha calma encolhe-se e nasce em mim um mal estar que me levou a dizer por diversas vezes: “isto não é aceitável”. Não é. Ignorar está fora de questão. Estes futuros mestres são uma sina que, sinceramente, gostava que fosse melhor do que antevejo. Se por um lado acho que não merecem que gaste o meu tempo e a minha saliva, por outro penso que se houver um único destes futuros mestres que me ouça e mude alguma coisa no seu comportamento, já terá valido a pena… Cada vez mais agradeço viver numa realidade paralela onde nem tudo gira à volta de ambição e falta de humildade. E quando desço a esta realidade do comum, do normal e quotidiano, faço alguns estragos. Ouço comentários alterados e agito um pouco as águas. No meio de alguma agitação, pode ser que estes futuros mestres compreendam que a cabeça serve para mais do que criar cabelo e o futuro depende deles também. O espírito crítico e a capacidade de pensar andam pelas ruas da amargura. Estes futuros mestres, se não mudarem, serão mestres apenas de números! Nunca de sabedoria…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s