Ensaio sobre uma avaria surpresa

Ontem fui para a praia. Tinha umas saudades imensas de caminhar na areia e sentir a água fria nos pés. Estava algum vento, a temperatura não era elevada mas o dia compôs-se e foi óptimo. Serviu para descontrair o corpo e a alma. Depois de dias muito intensos, vou baixando um pouco o ritmo para ganhar balanço para as próximas semanas que serão longas e demasiado complicadas entre seminários, avaliações e teses de alunos que ainda não estão organizadas nem alinhadas… Para enfrentar muito trabalho, é preciso muito descanso antes e depois. É no descaso das coisas que se encontram as forças e a motivação. Sei que está a chegar um Tempo complicado de muito trabalho mas quando vier estarei mais preparado e não vou ser apanhado de surpresa. É que as surpresas nem sempre são benvindas e eu tenho aprendido que é preferível não ter surpresas do que arriscar complicações desnecessárias. Ontem mesmo tive uma surpresa: uma fuga de gás. Algum gasto extra, horas gastas a resolver um problema chato e euros que voaram com algo muito necessário mas inoportuno nesta fase. Para além de uma surpresa desagradável, implicou um enorme gasto de Tempo e compras para substituir a “velha” placa a gás por uma nova. E esta surpresa dos Tempos modernos é algo que me destabiliza: qualquer avaria obriga-nos a comprar um equipamento novo. Metemos para o lixo coisas que, tendo utilidade, estão desarranjadas. Não chega a ser uma avaria que não tem solução mas feitas as contas, entre a mão de obra e as peças que são precisas, é mais vantajoso comprar novo que restaurar o velho. E isso é ainda mais verdade quando se trata de electrodomésticos porque não queremos arriscar nem a segurança nem a comodidade. Uma simples avaria é uma surpresa que depressa se traduz numa condenação. Somos obrigados, mesmo que contrariados, a resolver depressa porque já não suportamos facilmente estar sem gás ou electricidade uns dias. Fechamos os olhos, fugimos até um sítio sossegado onde descontraímos (por exemplo uma praia) e voltamos com a solução: algo novo. Estamos numa sociedade de consumo mas mais que isso, somos empurrados para uma situação dessas quando há a surpresa de uma avaria. A mão de obra pode chegar a 50 euros à hora mais a deslocação. Os tubos são mais 30 euros ao metro. Os bicos são mais 15 euros cada. E tudo somado é uma pequena fortuna que chega para comprar novo. Assim, com alguma saudade, tenho de me despedir de uma placa em idade de reforma e substituí-la por uma nova. Simplesmente não compensa o arranjo, a menos que entregue às mãos de amigos de amigos ou conhecidos, o que vai sempre demorar longas semanas. Ora, sendo isso uma solução é o que farei. Evito a agressividade e avidez de ganharem muito dinheiro à custa do meu infortúnio e posso sempre transformar uma placa reformada, na reforma de um fogão vintage, onde funcionam apenas 2 bicos de gás, em casa dos meus pais. Nada se perde, tudo se transforma. É esta criatividade perante a adversidade, quando há avarias surpresa na minha Vida, que me tem permitido ir melhorando lentamente o meu estado de espírito quando coisas destas acontecem. Não estamos imunes ao azar, mas podemos converter o nosso azar em algo de mais positivo que negativo. Primeiro de tudo: tenho dinheiro para resolver rapidamente esta avaria surpresa. Segundo: fui descontrair e depois às compras, nem todos podem dar-se a esse luxo. E mais importante de tudo: recuperei a segurança do lar. Com um bocadinho de sorte, ainda consigo resolver a avaria e fazer uma oferta simpática a quem precise urgentemente de trocar de fogão! Assim se lida, quando se é abençoado, com uma avaria surpresa. Quando não se é, tem se puxar mais pela cabeça. A criatividade é a salvação dos menos poderosos! Repito: menos poderosos. É que de fracos não precisamos de ter nada…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s