Ensaio sobre uma identificação

É impressionante como hoje em dia quase tudo se paga. Até para ter uma identificação. E não se paga pouco! Fazer um cartão do cidadão custa a módica quantia de 15 euros. Eu compreendo que em alguns casos (perda, danificação…) se pudesse obrigar o cidadão comum a pagar por um documento de identificação básico mas obrigar toda a população a desistir do anterior sistema de identificação pagando uma quantia assim elevada, é absurdo. Pelo que eu me lembro todos nós pagamos impostos. Diria mesmo que estamos cada vez mais atolados de impostos. Pagamos impostos em toda e qualquer compra. Pagamos quando ligamos a luz ao levantar, pagamos quando ligamos a televisão, pagamos enquanto temos o frigorífico ligado e até pagamos quando distraídos compramos uma simples chiclete. De tudo o que pagamos, é impossível não ficar com a sensação de que alguns serviços deviam mesmo ser gratuitos. A identificação de um cidadão é algo tão imprescindível que até para a cobrança de impostos é necessário. Assim, é um contra-senso aplicar um pagamento tão elevado para um documento dessa importância. Como se não bastasse, o facto de um cidadão não o ter pode acarretar problemas graves que podem resultar em mais gastos. Veja-se por exemplo o simples preenchimento do IRS. Sem cartão de identificação não há preenchimento de IRS. Sem preenchimento de IRS, podem ser aplicadas coimas elevadas e até prisão. É que não preencher papéis pode ser muito mais grave que mentir ou roubar descaradamente. E o melhor é incentivar toda a gente a ter a sua identificação em dia pagando. E muito. Seja para alterar morada, seja para declarar rendimentos, a identificação é imprescindível. E é necessário pagar! Este Estado que nos trata como devedores, só nos traz despesa. E eu até nem me importo de pagar mas sei que há muita gente a quem estes trocos faz falta. E é nesses que o Estado se devia concentrar isentando-os destas despesas absurdas. São extras que numa altura de crise podem pesar muito na carteira dos que pouco têm. Esta insensibilidade social ensinada e aplicada pela “mãe” e pelo “pai” de todos nós, é o ensinamento que me recuso a receber. Eu sei que não é certo e não aceito que nos cobrem até o respirar. Não tenho culpa de ter nascido, não tenho culpa de ser português, nem sequer pedi para ter um nome. Este tipo de documentação tem de ser, no mínimo, gratuita para as pessoas que recebem a miséria de um ordenado que mal chega para os gastos gerais com alimentação e casa. Eu que sempre tive um espírito de poupança aguçado, fico constrangido quando percebo que todos temos de gastar algum dinheiro para pagar um documento obrigatório. É mais um imposto criado para sacar dinheiro aos contribuintes por um serviço que mesmo não querendo, precisamos. A minha identificação não devia depender da minha capacidade para pagar um estúpido cartão. O meu País deve-me um serviço de qualidade na preservação da minha dignidade pessoal e de cidadão. Pouco mais quero que uma identificação gratuita para que eu me sinta bem na minha própria casa. Este País é a minha casa e sem gente ele também deixa de ter razão de ser. Não sei até quando vão estes políticos continuar a exigir um esforço a quem não se aguenta mais. De todos os impostos e pagamentos que temos de fazer, o pagamento de uma identificação é dos mais absurdos. Se não tiver dinheiro para a pagar, não a tenho. Se não a tiver, não sou ninguém. Ufa. Que País estranho. Mais vale não ser ninguém do que alguém tão inútil que chega a cansar os olhos só de se ver. Estou farto de inúteis. Podiam dar-lhes uma região e a total independência. E já agora, oferecer-lhes uma boa identificação já que nem precisam dela, nós sabemos quem são…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s