Arquivos Mensais: Dezembro 2012

Ensaio sobre o meu 2012

Este não foi um ano assim tão estranho. Pelo contrário. As coisas correram dentro do esperado e abracei (muitos) novos desafios quer pessoais, quer profissionais. Começo pelo balanço profissional por ter um único sentido: realização. Este ano foi simplesmente óptimo … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre educar grandes Homens

Afinal o mundo não acabou. Passou-se mais uma consoada e o dia de Natal amanheceu calmo. Quase tudo na mesma. Mas nem tudo… Do Brazil chegou a notícia da morte da matriarca da família Velloso. D. Canô, mãe de Maria … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre vendas

Portugal está em saldo. Quer o património quer as pessoas estão à venda. Não é só a TAP ou a EDP ou as águas. Por muito pouco se vendem hoje princípios. As qualidades e os defeitos das pessoas estão por … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre um momento de solidão

Não sei quanto tempo dura um só momento de solidão. Não sei se é um momento eterno, suspenso no ar, ou um cometa que passa com rasto de destruição. Uns dias dura até ao fim do tempo, outros é um … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre o colapso

Quando numa democracia em plena consolidação o Povo está descontente, é preciso fazer alguma coisa urgentemente porque se corre o perigo de o sistema político colapsar. E a situação é tão grave que me canso de ouvir gente a pedir … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre a origem do medo

Um dos grandes problemas dos nossos dias é a incapacidade das pessoas para lidar com a própria Vida. Vivem tão focados nas suas ambições pessoais, pequenas e mesquinhas, que se esquecem de que a Vida é algo muito maior que … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

Ensaio sobre a carta ao Pai Natal 2012

Querido Pai Natal, este Natal acho que terei muito mais do que preciso se nada se alterar muito. Se todos se mantiverem com saúde e a minha condição económica não se deteriorar muito, estão reunidas todas as condições para que … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário