Faça a sua parte….

Vivo num país tão estranho que por vezes, viajar até um
outro não me chega. Prefiro a lua. Dizem que é de lá que vêem os seres
demoníacos. Talvez seja o meu lugar. Não que me ache mais terrível que a
maioria dos que me rodeiam mas o clima e especialmente porque a minha índole
inocente leva-me a supor que talvez por ser o inferno uma terna condenação,
façam o que fizerem, as pessoas nunca mentirão por faltar o peso da Verdade. Podem
dizer tudo. Podem ser honestas porque mais ninguém os julgará. Afinal, depois
de excomungados e condenados, para quê mentir?? Devaneios à parte, exigia levar
comigo alguns políticos. Queria só saber, para conseguir ultrapassar este enjoo
mental, se afinal eles agem do modo que conhecemos e conseguem dormir à noite,
quando a cabeça cai no travesseiro, ou se passam as noites em claro com a voz da
consciência a implorar por razão! Ando cansado destas licenciaturas da treta,
destes Freeports de milhões não declarados e até dos projectos indevidamente
assinados. São os títulos, são os sobrenomes, os compadrios e acima de tudo é a
política que temos. E cada história tem o fim que merece… Espero que o tempo me
permita passar os próximos anos atento para escrever lucidamente sobre o estado
do país e do mundo. Afinal, não é todos os dias que se nasce num Tempo em que
as pessoas, após XX séculos, ainda acreditam que passarão impunes ao peso da
História… Pergunto-me se em algum momento os políticos dos nossos dias param
para pensar, reflectir sobre o que guardará a História do período e da
personalidade. Avançam as técnicas de divulgação, os media aguçam o apetite
pela investigação e a nossa vida é devassada em páginas de revistas, jornais ou
blogs. Blogs esses que podem ser, como este, pessoais e intransmissíveis ou
apenas uma arma tão poderosa quanto a nuclear. Só não é tão rápida mas o poder
destrutivo está todo lá. Ando assim. Atento ao mundo mas sem vontade de vê-lo. Pudesse
eu encontrar, cara-a-cara com um político, e dir-lhe-ia sem qualquer inibição
uma única frase. Talvez o fizesse pensar. Sonho que ela chegaria como o
telegrama (se ainda existem, não sei…) de uma morte anunciada. Talvez mudassem
se alguém cara-a-cara lhes dissesse: ‘ FAÇA A SUA PARTE’

 

Marco

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s