Só por elas tudo faz sentido

Os dias têm passado a correr. As dores de costas parecem
parte de um passado cada vez mais distante. Estou muito melhor agora. Cada dia
que passa é um pequeno passo em direcção à entrega da tese e como é óbvio a
ansiedade cresce um pouco. O mais interessante é que não tenho tido sonhos ou
pesadelos directamente relacionados com a parte científica da coisa. Antes pelo
contrário. Durante 3 noites sonhei com os agradecimentos da tese como se isso
fosse a parte mais importante das mais de 100 páginas que se adivinham. Pensando
bem essas 2 ou 3 páginas serão, para mim, o momento chave de toda a tese. Tenho
a necessidade de exprimir toda a minha gratidão para com quem, nos últimos 4
anos, tem sido responsável pela minha história que modéstia à parte considero
de sucesso. Há uma vida muito mais intensa que a profissional. Há toda uma ‘equipa’
que gosto de pensar que inconscientemente, ou não, tem cuidado de mim e do que
considero ser a parcela mais importante do meu mundo: o meu coração. Não há
mente sã onde os sentimentos não são cuidados. E mente sã é muito mais que
escrever uma tese. Para mim escrevê-la é um momento de libertação que aproveitarei
para prestigiar com o meu trabalho todos quantos têm estado comigo. Esta foi a
maneira que encontrei para me entusiasmar com esta tese. Para mim não tem outro
significado. Seria apenas uma dor de cabeça tremenda e um desperdício de tempo
porque na realidade a ciência já não se faz na consulta de teses há mais de 2
décadas. Esse tempo acabou. As teses são escritas para decorar estantes e serem
consultadas apenas pelas pessoas que vão passando pelos laboratórios onde foram
escritas. E muitas vezes nem isso… Em Coimbra a cerimónia de defesa tem ainda
um peso e uma pressão muito grandes. A Sala dos Capelos abre-se à custa de um aluguer
de 150 euros e há algo de muito nobre naquele local. É o sítio ideal para, aos
27 ou 28 anos de idade, fazer um ponto de situação no que bem sendo a Vida.
Agradecer e celebrar. Demonstrar competência e humildade. Agraciar todos os
presentes com uma pequena demonstração de algum talento que possa existir em
mim e que todos ajudaram a desenvolver. É este dia que me preocupa pelo receio
de não ser capaz de encontrar as palavras certas para exprimir todo o
agradecimento que sinto. Não tenho receio de desiludir porque quando há amor
verdadeiro há admiração total e incondicional. Todos quantos vou agradecer (e
não serão muitos…) jamais se sentirão desiludidos porque aconteça o que
acontecer vão achar sempre que aquele vai ser um dia memorável que correu bem. E
só essas pessoas me importam. Só por elas tudo faz sentido…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s