‘ Momentos em que tendemos para a inércia’

Existem momentos na vida em que tendemos para a inércia. Por motivos vários, variados ou apenas por cansaço. Não sei bem que desculpa ou motivo tenho mas essa inércia tem me acompanhado por estes dias. Mas tudo passa, não sendo a Vida mais que isso mesmo: uma passagem. E para alegrar a minha passagem tenho Arte, Música e Amor… Se não tenho, fecho os olhos, olho o espelho e imagino como é ter. E essa força dos sonhos nada nem ninguém me pode tirar. Eu posso ser tudo o que quiser. Saio, fecho a porta, consigo quebrar a fechadura e não mais abrir…
O sol chegou em força e a praia pede que pise a areia. Nao tenho tido tempo livre sequer para ver o Atlântico. E que falta ele me faz. Estou mesmo a precisar de o olhar de frente, ver o que tem para me dizer. Nada é melhor que escutar algo que nos desperte.
Por estes dias estou ainda ocupado a marcar as minhas viagens e estadia na República Checa. Serão 9 dias que espero agradáveis.
 
 Até breve
 
 
 
                                                                          Marco Alves
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s