Arquivos Mensais: Maio 2008

‘O vazio se faz em meu peito, e a saudade se esvaie’

Descobri recentemente, muito recentemente, uma cantora extraordinária brasileira chamada de Cida Moreyra. O CD intitulado ‘Angenor’ causou em mim um impacto incrível. Não consigo parar de ouvir uma música: ‘Peito vazio’ … è extraordinária a interpretaçõ para uma letra e … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

‘ Tão claro como o olhar, tão denso como o corpo ‘

Dia chuvoso. Dia negro que me prende à escuridão ao redor. Dia que me corta a pulsação de uma mão, de um braço e até do corpo que não resiste. Inerte, estático e a voz imensa de alguem que canta só … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

‘ O meu perdão caíu como uma esmola sobre a tua dor ‘

  Ando cansado e desmotivado. Acordo farto de fazer ciência e triste. Ás vezes ponho-me a pensar que ciência são só números. Vejo ao meu lado pessoas a inventarem números, resultados e a sugarem o trabalho alheio. Constroem currículos muito … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

‘ Não posso mais guardar comigo os versos que já fiz ‘

Mais uns dias que passam por mim. Faço milhões de coisas e tudo parece tão igual. Nem sequer tenho tido tempo para ler. Os hobbies resumem-se a muita música que me acompanha em cada minuto do meu dia de trabalho. … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário

‘ Acordo.. só para te ver dormir ‘

Esta frase diz muito do meu estado de espírito nostálgico… Por estes dias tenho andado assim. Nem sei muito bem porquê. Lembro com uma imensa crueldade de uma noite, quando namorava, acordar e ficar a olhar para o lado. A … Continuar a ler

Publicado em Não categorizado | Publicar um comentário